PARA FORMAR JARDINEIROS PARA CUIDAR DO PLANETA

  • Attico Chassot

Resumo

O Planeta está em crise. É preciso cuidá-lo, aceitemos ou não a hipótese Gaia de Lovelock. Parte-se da utopia que professores de qualquer nível de ensino e em qualquer área do conhecimento podem/devem em suas aulas serem formadores de jardineiros para cuidar do Planeta – uma metáfora para mulheres e homens envolvidos em alfabetização científica. Elencam-se algumas ações que podem ser facilitadoras para isto: preocupações com o plantio de eucaliptos, chamando de florestas a desertosverdes; os créditos de Carbono quais indulgências verdes; agricultores que preservam milho caipira; o uso de organismos geneticamente modificados; a atenção para a enganação de certos comerciais; a sedução pela neopatia; os cuidados com os desperdícios; e, por fim, a maior e a mais precisa ação ambiental: ações para reduzir a fome.Palavras-chave: Hipótese Gaia. Florestamento. Créditos de Carbono. Neopatia. OGM. Redução da Fome.
Publicado
2014-08-04
Seção
Artigos