EDUCAÇÃO, DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL E SUPERAÇÃO DO USO DE DROGAS NA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA: ALGUMAS POSSIBILIDADES PARA O AVANÇO DAS PESQUISAS

  • CRISTINE GABRIELA DE CAMPOS FLORES Mestranda no Programa de Pós Graduação em Educação do Centro Universitário La Salle – UNILASALLE
  • EVALDO LUIS PAULY Doutor em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2000). Coordenador do Programa de Pós Graduação em Educação: Mestrado e Doutorado do Centro Universitário La Salle - UNILASALLE

Resumo

Partindo da instigante narrativa de Esmeralda do Carmo Ortiz, o presente artigo propõe-se discutir a possibilidade de uma compreensão pedagógica acerca do direito ao desenvolvimento espiritual como potencial de resiliência e fator de proteção ao uso de drogas ilícitas na infância e adolescência. Considerando a possível articulação de instituições da Educação Básica com instituições sociais que desenvolvam modelos sócio-pedagógicos de prevenção e de superação do consumo de drogas, a partir da perspectiva de fortalecimento da espiritualidade. Destacando a escola como espaço social privilegiado para promoção, prevenção e proteção de crianças e adolescentes.  Propõe-se a conceituar, em termos razoáveis, o que seja a fé que permita o pensamento sobre ela, partindo desses conceitos busca definir a espiritualidade. Defende a necessidade de mais pesquisas envolvendo essa temática. Para tanto, apresenta uma revisão da produção acadêmica e da legislação, assim como, uma quantificação sobre a produção acadêmica da área da Educação. Palavras-chave: Desenvolvimento Espiritual; Prevenção na Educação; Consumo de drogas ilícitas na infância e adolescência; Políticas Educacionais; Políticas Públicas sobre Drogas.

Referências

REFERÊNCIAS

ALMINHANA, L. O; ALMEIDA A. M. Personalidade e religiosidade/espiritualidade (R/E). Revista Psiquiatria Clínica, São Paulo, v. 36 n. 4, p.153-61, 2009. Disponível em: http://www.hcnet.usp.br/ipq/revista/vol36/n4/153.htm Acesso em 13/06/2014.

AMPARO, D. M. do; et al. Adolescentes e jovens em situação de risco psicossocial: redes de apoio social e fatores pessoais de proteção. Estudos de Psicologia, Natal, v. 13, n. 2, p. 165-174, 2008. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/epsic/v13n2/09.pdf. Acesso em 04/05/2014.

ANDREOLA, B. A. Por uma pedagogia das grandes urgências planetárias. Educação, Santa Maria, v. 36, n. 2, p. 313-330. 2011. Disponível em: http://cascavel.ufsm.br/revistas/ojs-2.2.2/index.php/reveducacao/article/view/3050 . Acesso em 24/07/2014

APLLE, Michael W. Educando à direita: mercados, padrões, Deus e desigualdade. São Paulo: Cortez, Instituto Paulo Freire, 2003.

ASSIS, S. G.; PESCE, R. P.; AVANCI, J. Q. Resiliência: enfatizando a proteção dos adolescentes. Porto Alegre: Artmed, 2006.

BRASIL. Lei Nº 8.069, de 13 de julho de 1990. Estatuto da Criança e do Adolescente. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L8069.htm>. Acesso em 01/04/2011.

FERREIRA, T. C. D. et al. Percepções e atitudes de professores de escolas públicas e privadas perante o tema drogas. Interface, Botucatu, v. 14, n. 34, p. 551-562, 2010. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/icse/v14n34/aop0810.pdf. Acesso em 20/03/2014.

FLECK, M. P. da A.; BORGES, Z. N.; BOLOGNESI, G.; ROCHA, N. S. da. Desenvolvimento do WHOQOL, módulo espiritualidade, religiosidade e crenças pessoais. Revista de Saúde Pública, São Paulo, v. 37, n. 4, p. 446-455, 2003.

FOWLER, J. W. Estágios da Fé: A Psicologia do Desenvolvimento Humano e a Busca de Sentido. São Leopoldo: Editora Sinodal, 1992.

GALDURÓZ, J. C. F; et al. V Levantamento Nacional Sobre o Consumo de Drogas Psicotrópicas Entre Estudantes do Ensino Fundamental e Médio da Rede Pública de Ensino nas 27 Capitais Brasileiras. São Paulo: CEBRID/EPM, 2004.

LARROSA, S. M. R. As contribuições da espiritualidade e da pastoral católicas no desenvolvimento da resiliência, em jovens de 18 a 29 anos. 2011. 171 f. Tese (Doutorado em Teologia) – Programa de Pós-Graduação em Teologia, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, 2011.

MARQUES, A. C. P. R; CRUZ, M. S. O adolescente e o uso de drogas. Revista Brasileira Psiquiatria, São Paulo, v. 22, s. 2, p. 32-36, 2000. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbp/v22s2/3794.pdf . Acesso em 25/07/2014.

ORTIZ, E. do C.. Esmeralda: Por que não dancei. 4 Ed. Editora Senac: São Paulo, 2001.

PINHEIRO, D. P. N. A resiliência em discussão. Psicologia em Estudo, Maringá, v. 9, n. 1, p. 67-75, 2004.

ROSS, L. The spiritual dimension: its importance to patientsí health, well-being and quality of life and its implications for nursing practice. International Journal of Nursing Studies, v. 32, n. 4, p. 57-68, 1995.

SANCHEZ, Zila Van der Meer; OLIVEIRA, Lúcio Garcia de e NAPPO, Solange Aparecida. Fatores protetores de adolescentes contra o uso de drogas com ênfase na religiosidade. Ciência & saúde coletiva, Rio de Janeiro, v. 9, n. 1, p. 43-55, 2004. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csc/v9n1/19822.pdf. Acesso em 19/03/2014.

TORRES, Carlos Albedrto (org). Teoria crítica e sociologia política da educação. São Paulo: Cortez, Instituto Paulo Freire, 2011.

Publicado
2015-04-30
Seção
Artigos