BRINQUEDOTECAS HOSPITALARES: AS ATIVIDADES LÚDICAS NO PROCESSO DE RECUPERAÇÃO DA CRIANÇA HOSPITALIZADA

  • Josemery Araújo Alves
  • Wilma Kalliane Soares de Medeiros

Resumo

O artigo refere-se ao lazer das crianças, internadas na ala pediátrica do Hospital Regional de Currais Novos no Rio Grande do Norte, por meio de atividades lúdicas desenvolvidas pelos discentes do Curso de Turismo da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) na brinquedoteca hospitalar, atividade que serviu como laboratório para as vivências práticas. O estudo aqui apresentado tem como objetivo investigar a contribuição das atividades lúdicas no processo de recuperação da criança hospitalizada. A metodologia utilizada para se alcançarem os dados necessários foram a pesquisa bibliográfica, a observação a elaboração e a aplicação de formulários com as crianças e acompanhantes, a partir de uma amostragem não probabilística por conveniência. Trata-se de uma abordagem qualitativa, em que se investigou a percepção das crianças e dos acompanhantes que frequentam as instalações da brinquedoteca da ala pediátrica do hospital referido.Assim, após o término da pesquisa, pôde-se concluir que as atividades lúdicasrealizadas na brinquedoteca hospitalar exercem papel fundamental no processode desenvolvimento da criança hospitalizada, influenciando positivamente em suarecuperação. O espaço tem grande aceitação das crianças e acompanhantes, quese mostram gratos à iniciativa dos brinquedistas hospitalares, papel que vem sendo desempenhado pelos estudantes do curso de turismo da UFRN.
Seção
Artigos