MODELAGEM FUZZY PARA A GESTÃO DE SUPRIMENTOS: UM ESTUDO DE CASO SOBRE A AQUISIÇÃO DE INSUMOS

  • Aline Botelho do Nascimento
  • Regina Serrão Lanzillotti

Resumo

A necessidade de gerenciar projetos de modernização impõe constantemente melhoraros processos de aquisição de bens. A tradição com os fornecedores não é aúnica forma de atuação, mas o conhecimento da relação custo/benefício contribuipara a melhoria do processo de gestão. O objetivo deste artigo é classificar os insumosde forma qualiquantitativa sob a ótica dos Conjuntos Fuzzy (CF), que relaciona“valor” e “tempo de entrega do bem pelo fornecedor”. O sistema lógico Fuzzy propiciaa interação dessas variáveis pela Máquina de Inferência Fuzzy, que correlacionaantecedentes e consequentes com a geração de regras da Lógica Fuzzy. Esta propostafoi aplicada a uma Empresa Pública que deveria decidir entre fornecedores oriundosde órgãos sediados no Exterior ou não. Nas aquisições via Exterior, verificou-semaior índice para a “Aquisição fora do tempo hábil” (40,43%), enquanto esta especificaçãopara o mercado interno foi praticamente a metade (20,93%). As aquisiçõesque poderiam ser consideradas como “Aquisição com risco de atraso” foram maisfrequentes na Iniciativa Privada (25,58%), enquanto, ao ser comprado no Exterior, oíndice cai para a metade. O modelo adotado permitiu facilitar a tomada de decisãodo gestor responsável pela aquisição de bens relacionados à rotina laboral.
Seção
Artigos