GESTÃO DA PRÁTICA DOCENTE: O ENSINO DA MATEMÁTICA NA EDUCAÇÃO SUPERIOR

  • André Felipe de Almeida Xavier Centro Universitário Una
  • Áurea Regina Guimarães Thomazi Centro Universitário UNA

Resumo

Diante do alto número de reprovações nas disciplinas de Matemática nas Instituições de Ensino Superior e da dificuldade historicamente apresentada pelos alunos, faz-se necessário um estudo aprofundado da prática docente dessa disciplina. Um estudo que tenha como objetivo identificar os aspectos preponderantes, segundo a ótica do próprio aluno, que contribuem para uma boa gestão da prática docente. É importante levar em conta a importância de práticas inovadoras para o desenvolvimento dessa disciplina, assim como analisá-la a partir de um olhar filosófico, indo além da prática repetitiva, abordando diversas formas questionadoras de pensar e fazer. Esta abordagem filosófica permite ao aluno questionar os problemas relativos à sua prática acadêmica e profissional. Escutar o que os alunos vislumbram de um bom professor de Matemática no ensino superior é importante, pois demonstra que não basta somente dominar o conteúdo ministrado, é necessário estar atento a diversos aspectos que contribuem para uma docência mais próxima de uma gestão social.Palavras-chave: Ensino da Matemática. Avaliação. Prática Docente.

Referências

AZANHA, José Mário Pires. Uma reflexão sobre a formação do professor da escola básica. Educação e Pesquisa, São Paulo, v.30, n.2, p. 369-378, maio/ago. 2004.

BICUDO, Maria Aparecida Viggani. Filosofia da Educação Matemática. Por quê? BOLEMA, Ano 22, n. 32, p. 229-240, 2009.

BRASIL. Ministério da Educação e Cultura/Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais. Brasília: MEC/SEF, 1999.

CANÇADO A. C.; TENÓRIO, F. G.; PEREIRA, J.R. Gestão social: reflexões teóricas e conceituais. In: Cad. EBAPE.BR, v. 9, n. 3, artigo 1, Rio de Janeiro, Set. 2011.

CARBONELL, Jaume. A aventura de inovar. A mudança na escola. Porto Alegre: Artmed, 2002 (Coleção Inovação pedagógica).

CUNHA, Maria Isabel da. A relação professor-aluno. In: VEIGA, I. P. de A. (Org.). Repensando a didática. Campinas, SP: Papirus, 1996, p. 145-158.

FONSECA, Selva Guimarães. Ser professor no Brasil: História oral da vida. 3. ed. Campinas, SP. Papirus. 2006.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia. Saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 2002.

GIL, Antônio Carlos. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. 6. ed. São Paulo: Atlas,2008.

ROMANOWSKI, Joana Paulin. Formação e profissionalização docente. 3. ed. Curitiba: Ibpex, 2008. 196 p.

SILVA, Jairo José da. Filosofias da Matemática. São Paulo: UNESP. 2007. 239 p.

Publicado
2016-07-18
Seção
Artigos