ENADE - EXAME NACIONAL DE DESEMPENHO DOS ESTUDANTES - E A VISÃO INTERDISCIPLINAR NO PROCESSO DE ENSINO

  • Bernadétte Beber
  • Eduardo Silva
  • Simoni Urnau Bonfiglio UNIFEBE AVANTIS

Resumo

A avaliação da aprendizagem é a forma de verificar o conhecimento produzido durante o processo de formação educacional. Dentre os variados instrumentos de avaliação, a prova interdisciplinar trata do conhecimento entre as disciplinas curriculares, estabelecendo relação de análise e interpretação de conteúdo. O objetivo deste artigo é analisar a prova interdisciplinar dos acadêmicos das 1ª, 2ª, 3ª e 5ª fases do curso de Pedagogia, realizada em junho de 2014 em uma Instituição de Ensino Superior – IES do Vale do Itajaí (SC). Para o estudo, foram utilizados os dados fornecidos pela Assessoria Pedagógica da respectiva instituição. A análise dos dados recebeu tratamento quanti e qualitativo para demonstrar a evolução da aprendizagem dos acadêmicos nas respectivas fases.Palavras-chave:  Avaliação da aprendizagem. Prova interdisciplinar. Ensino superior.

Referências

BONFIGLIO, S.U. Autorregularão da aprendizagem: o caso do Colégio Salesiano Itajaí – SC/Brasil. Dissertação de Mestrado. UCSA/EDAN – PY, 2010.

BRASIL, Manual do Enade 2014. Brasília, MEC, 2014.

____. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei nº 9.394/96.Atualizada abril 2013. Brasília: MEC, 2013.

DICIONÁRIO PRIBERAM DA LÍNGUA PORTUGUESA. (2013). Disponível em: <http://www.priberam.pt/DLPO/avalia%C3%A7%C3%A3o>. Acesso em: 10 dez, 2014.

GARCIA, J.Avaliação e aprendizagem na educação superior. Est. Aval. Educ., São Paulo, v. 20, n. 43, maio/ago. 2009.

GUIMARÃES, S.É.R. O estilo motivacional do professor e a motivação intrínseca dos estudantes: uma perspectiva da teoria da autodeterminação. Revista Psicologia: Reflexão e Crítica,17 (2), p.143-150. Porto Alegre: URGS, 2004.

HOFFMANN, J. Avaliar tão somente para promover. (2012).Disponível em <http://www.webartigos.com/artigos/>. Acesso em: 15 jul.2014.

LA TORRE, S.; BARRIOS, O. (org.). Curso de Formação para Educadores.São Paulo: Madras, 2002.

LUCKESI, C.C. Avaliação da aprendizagem na escola: reelaborando conceitos e criando a prática. 2.ed. Salvador: Malabares Comunicações, 2005.

MARQUES, W.F.S. Psicopedagogia e avaliação educacional. Dissertação de mestrado PUC-Campinas, 2003.

MORIN, E. A cabeça bem feita: repensar a reforma, reformar o pensamento.Trad. Eloá Jacobina. 5.ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2001.

POMBO, O. Epistemologia da interdisciplinaridade. Ideação - Revista do Centro de Educação da UNIOESTE – Fóz do Iguaçú. Vol.10, nº 1, 2008.

POZO, J.I. Aprendizes e mestres: a nova cultura da aprendizagem. Trad. Ernani Rosa. Porto Alegre: Artmed, 2002.

RUIZ, J. M. Teoría del curriculum: diseño y desarrollo curricular. Madrid: Editorial Universiatas, 1996.

SANT'ANNA, I.M.Por que avaliar? Como avaliar?Critérios e instrumentos.Petrópolis: Vozes, 1995.

Publicado
2016-12-21
Seção
Artigos