CARREIRA EM Y: APLICAÇÃO DA METODOLOGIA EM UM CENTRO TECNOLÓGICO – DESTAQUE AO EIXO TÉCNICO

  • Barbara Regina Lopes Costa FAESB – Faculdade de Ensino Superior Santa Bárbara e FEI - Centro Universitário da Fundação Educacional Inaciana PE Saboia de Medeiros
  • Lucília Grando FAESB – Faculdade de Ensino Superior Santa Bárbara

Resumo

Empresas que prezam pela inovação investem sistematicamente em infraestrutura física, prezando pelo alto desempenho tecnológico, e também em infraestrutura intelectual, por meio de profissionais com elevado know-how. Para lidar com tal grupo de profissionais, há a necessidade de recriar os modelos de gestão de pessoas e os planos de carreiras. Nesse contexto, este estudo buscou saber como lidar com profissionais de competências e habilidades altamente técnicas, sem perfil para gerir e gestar pessoas, que fazem jus à ascensão de carreira. Em termos metodológicos, esta pesquisa tem caráter descritivo ao relatar o plano de Carreira em Y e a gestão desse instrumento, por meio de entrevistas com profissionais de recursos humanos de um centro tecnológico, aferindo, assim, variáveis qualitativas de caráter nominal. A descrição do plano de Carreira em Y da empresa ampliou os conhecimentos e permitiu maior compreensão da aplicação dessa metodologia, podendo concluir que a Carreira em Y se apresenta como uma forma de lidar com a evolução de cargos, salários e benefícios para ambos os eixos/perfis profissionais, atendendo aos interesses de profissionais com habilidades e competências para gerir e gestar pessoas ou com foco técnico, estimulando o crescimento e desenvolvimento profissionais dos funcionários, independentemente de sua vocação. Palavras-chave: Carreira em Y. Plano de carreira. Habilidades e competências técnicas.

Biografia do Autor

Barbara Regina Lopes Costa, FAESB – Faculdade de Ensino Superior Santa Bárbara e FEI - Centro Universitário da Fundação Educacional Inaciana PE Saboia de Medeiros
Doutora em Administração pela Universidad de la Empresa – UDE/Uruguai. Mestre em Administração pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul - USCS. Publicitária e Administradora. Pesquisadora e Professora de Comunicação e Marketing.
Lucília Grando, FAESB – Faculdade de Ensino Superior Santa Bárbara
Mestre em Semiótica e Linguística Geral pela FFLCH-USP/SP. H.E. Mulher e Gerenciamento pela BirkBeck University of London. Graduação em Psicologia UNESP-Assis/SP. Professora de Psicologia, RH e Comportamento Organizacional na Graduação e Pós-graduação

Referências

ÁVILA, Ana Cleide de Oliveira et. Al. O Desafio da carreira Y na Administração Pública: Uma proposta para o sistema estadual de meio ambiente em MG. Painel 36/136. Anais do VI Congresso CONSAD de Gestão Pública: Gestão de Pessoas na área pública. Brasília/DF: CONSAD, 2013.

BASTOS, Ana Sara Follmann. Carreira em Y: um estudo de caso de uma empresa siderúrgica. Monografia do Departamento de Ciências Administrativas da Universidade do Rio Grande do Sul. Universidade do Rio Grande do Sul, 2011.

BATISTA, Paulo Roberto Neri; OSWALDO, Yeda Cirera; CASTILHO, Paulo Eduardo Oliveira. Gestão de pessoas estratégica: análise dos resultados das melhores empresas para se trabalhar. Revista de Ciências da Administração. Fortaleza, v. 19, n. 1, p. 328-352, jan./jun. 2013.

BESCHIZZA, Renato. Carreira: definição de papéis e comparação de modelos. APIMEC MG, 2005.

BRACKMANN, Marta Maria. Para Trabalhar no Século XXI: Que Competências Formar no Individuo? Competência: Revista da Educação Superior do Senac-RS – Vol. 3, n. 1, jul. 2010, Porto Alegre: Pallotti, 2010. p 59-72.

DUTRA, Joel Souza. Administração de Carreiras: uma proposta para repensar a gestão de pessoas. São Paulo: Atlas, 1996.

DUTRA, Joel Souza (Org). Gestão de Carreiras Na empresa Contemporânea. São Paulo: Atlas, 2010.

FAGUNDES, Mário. Carreira em Y: acomodação ou valorização profissional. Publicado em: 16/11/2009. Disponível em: <http://www.rh.com.br/Portal/Carreira/Artigo/6320/carreira-em-yacomodacao-ou-valorizacao-profissional.html>. Acesso em: 12 abr. 2016.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 2006.

KORN FERRY. Avaliação de cargos. HAYGROUP. Disponível em: http://www.haygroup.com/br/services/index.aspx?id=7992. Acesso em 12 mai 2016.

MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Técnicas de pesquisa: planejamento e execução de pesquisas, amostragens e técnicas de pesquisa, elaboração, análise e interpretação de dados. São Paulo, Atlas, 2006.

ROSNAY, Joël de. O salto do milênio. In: MARTINS, Francisco Menezes; SILVA, Juremir Machado da (orgs.). Para navegar no século XXI. 2. ed. Porto Alegre: Sulina, 2000. p. 217-224.

SOUZA, Maria Zélia de Almeida et al. Cargos, carreiras e remuneração. Rio de Janeiro: FGV, 2005. (Série Gestão de Pessoas).

SCUR, Gabriela; GARCIA, Renato. Conhecimento e inovação em sistemas locais de produção de revestimentos cerâmicos e os novos desafios da concorrência internacional. Produção, v. 18, n. 3, p. 583-597, 2008.

Publicado
2017-08-09
Seção
Artigos