As tecnologias da informação e comunicação como apoio à evolução da internacionalização do ensino superior

  • Carla Camargo Cassol da Silva SENAC-RS
  • Marília Costa Morosini PUC-RS

Resumo

No século XXI, a globalização passa a exercer uma forte influência na Educação Superior, e o atual cenário mundial globalizado e interconectado demanda egressos qualificados para atuar nesse contexto. Passam a ser exigências do mundo do trabalho competências globais, interculturais e o uso de tecnologias da informação e comunicação (TICs). Portanto, tanto as TICs como a internacionalização, devem estar presentes e atuantes no processo de ensino e aprendizagem da educação superior. Estudos sobre internacionalização do ensino superior indicam que, para que uma universidade seja considerada internacionalizada, esta deve prover uma experiência educacional internacional para todos os seus alunos. A mobilidade acadêmica ainda está restrita a um percentual limitado da população global de estudantes, seja pela dificuldade de ausência de suas origens, seja por indisponibilidade de recursos financeiros. Assim sendo, as TICs podem ser utilizadas para apoiar alunos no desenvolvimento de perspectivas internacionais, interagindo com pessoas de outras culturas e engajando-se ativamente em um aprendizado intercultural. Este artigo objetiva discutir como as TICs podem apoiar os avanços de internacionalização do ensino superior, bem como provocar reflexões acerca do assunto e dos desafios interpostos às instituições de ensino superior que se propõem a cumprir o seu papel de formar cidadãos globais.Palavras-chave: Ensino Superior. TICs. Internacionalização. Internacionalização do Ensino Superior.
Publicado
2017-12-29
Seção
Artigos