O REGIME DIFERENCIADO DE CONTRATAÇÕES PÚBLICAS: UM OLHAR DOS GESTORES

  • Ricardo da Silveira Porto Universidade Federal de Santa Catarina
  • Carla Cristina Dutra Búrigo Universidade Federal de Santa Catarina

Resumo

O presente artigo objetiva apresentar como na visão dos gestores administrativos da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), se constitui o processo de desenvolvimento do Regime Diferenciado de Contratações Públicas (RDC) na Política Institucional de Licitação. A coleta de dados ocorreu por meio de entrevistas semiestruturadas e, investigação bibliográfica e documental. Os resultados apontam que o RDC superou as dúvidas e incertezas inicialmente presentes, quando de sua implantação e, representou uma mudança cultural no âmbito das Licitações na UFSC e, se desenvolve sob o prisma da eficácia, da celeridade processual e, ainda, propicia a devida economicidade esperada no que diz respeito à contratação de obras e serviços de engenharia. 

Biografia do Autor

Ricardo da Silveira Porto, Universidade Federal de Santa Catarina
Mestre em Administração Universitária pela Universidade Federal de Santa Catarina (2017), possui especialização Lato Sensu em Administração, Gestão Pública e Políticas Sociais pela Faculdade Dom Bosco (2010), Graduado em Ciências Contábeis pela Faculdade Barddal de Ciências Contábeis (2008), possui curso Técnico Contabilidade pela Escola Técnica de Comércio de Santa Catarina (2004). Servidor Público Federal desde o ano de 2010, ocupante do cargo de Contador, pertencente ao quadro de Técnicos Administrativos em Educação da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Áreas de atuação, Licitações Públicas em geral, Regime Diferenciado de Contratações Pública (RDC), Contratos Administrativos, Elaboração de Editais de Licitações, Elaboração de Termo de Referência, Noções de Fiscalização de Contratos Administrativos, Formação de Pregoeiros e Equipes de Apoio.
Carla Cristina Dutra Búrigo, Universidade Federal de Santa Catarina
Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Federal de Santa Catarina (1986), Mestrado em Administração pela Universidade Federal de Santa Catarina (1997) e Doutorado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2003). Pós-Doutorado em Educação, pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2009). Atualmente é pesquisadora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, pedagogo da Universidade Federal de Santa Catarina e Professor Permanente da Universidade Federal de Santa Catarina, do Programa de Pós-Graduação em Gestão Universitária. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação e Trabalho, atuando principalmente nos seguintes temas: educação e trabalho, gestão universitária, educação, formação de professores e universidade pública federal brasileira. Integra o Grupo de Pesquisa Formação de Professores do CONE SUL/ MERCOSUL da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e o Instituto de Pesquisas em Administração Universitária (INPEAU) da Universidade Federal de Santa Catarina.

Referências

ALBUQUERQUE, Ludmila Apoliano Gomes; ALBUQUERQUE, Gerson Luiz Apoliano; RIBEIRO, Roseane Morais. Um modelo de gestão universitária para instituições estaduais cearenses de ensino superior. Revista ADMPG Gestão Estratégica. Ponta Grossa, v.5, n.1, p.17-22, 2012.

BAGGIO, Fernando Henrique. A aplicabilidade do Regime Diferenciado de Contratações pela Universidade Federal de Santa Catarina. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito). Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, 2014. Disponível em: http: //repositorio.ufsc.br/xmlui/bitstream/handle/123456789/122341/TCC_RDC_UFSC.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 10 jun. 2017.

BERGUE, Sandro Trescastro. Modelos de gestão em organizações públicas: teorias e tecnologias para análise e transformação organizacional. Caxias do Sul: Educs, 2011.

BORGES, Alice Gonzalez . Inovações nas licitações e seus aspectos constitucionais. Revista Diálogo Jurídico, Salvador, CAJ – Centro de Atualização Jurídica, v. I, nº 3, junho, 2001, p. 04.

BRASIL. Decreto n.º 2.926, de 14 de maio de 1862. Aprova o Regulamento para as arrematações dos serviços a cargo do Ministerio da Agricultura, Commercio e Obras Publicas. Disponível em: http://www2.camara.leg.br/legin/fed/decret/1824-1899/decreto-2926-14-maio-1862-555553-publicacaooriginal-74857-pe.html. Acesso em: 25 jan.2017.

BRASIL. Decreto nº 4.536, de 28 de janeiro de 1922. Organiza o código de contabilidade da união. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto/Historicos/DPL/DPL4536.htm. Acesso em: 25 jan.2017.

BRASIL. Decreto-Lei nº 200, de 25 de fevereiro de 1967. Dispõe sobre a organização da Administração Federal, estabelece diretrizes para a Reforma Administrativa e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto-lei/Del0200.htm Acesso em: 25 jan.2017.

BRASIL. Decreto-Lei nº 2.300, de 21 de novembro de 1986. Dispõe sobre licitações e contratos da Administração Federal e dá outras providências. Disponível em: http://www2.camara.leg.br/legin/fed/declei/1980-1987/decreto-lei-2300-21-novembro-1986-365211-publicacaooriginal-1-pe.html. Acesso em: 25 jan.2017.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil, 1988. Presidência da República. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Constituicao/Constituicao.htm. Acesso em: 11 jan. 2017.

BRASIL. Lei n.º 8.666, de 21 de junho de 1993. Regulamenta o art. 37, inciso XXI, da Constituição Federal, institui normas para licitações e contratos da Administração Pública e dá outras providências. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8666cons.htm>. Acesso em: 11 jan. 2017.

BRASIL. Lei nº 10.520, de 17 de julho de 2002. Institui [...] modalidade de licitação denominada pregão, para aquisição de bens e serviços comuns, e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2002/ l10520.htm. Acesso em: 11 fev. 2017.

BRASIL. Decreto n.º 6.096, de 24 de abril de 2007b. Institui o Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais - REUNI. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2007/decreto/d6096.htm. Acesso em: 14 jan.2017.

BRASIL. Lei n.º 12.462, de 4 de agosto de 2011a. Institui o Regime Diferenciado de Contratações Públicas – RDC e dá outras providências. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2011/Lei/L12462.htm>. Acesso em: 11 jan. 2017.

BRASIL. Decreto n.º 7.581, de 11 de outubro de 2011b. Regulamenta o Regime Diferenciado de Contratações Públicas – RDC, de que trata a Lei n.º 12.462, de 4 de agosto de 2011. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2011/Decreto/D7581.htm>. Acesso em: 11 jan. 2017.

BRASIL. Lei nº 12.722, de 03 de outubro de 2012. Altera as Leis nos 10.836, de 9 de janeiro de 2004, 12.462, de 4 de agosto de 2011, e 11.977, de 7 de julho de 2009; dispõe sobre o apoio financeiro da União aos Municípios e ao Distrito Federal para ampliação da oferta da educação infantil; e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2012/Lei/L12722.htm#art14. Acesso em: 11 jan. 2017.

BRASIL. Decreto n.º 8.080, de 20 de agosto de 2013. Altera o Decreto nº 7.581, de 11 de outubro de 2011, que regulamenta o Regime Diferenciado de Contratações Públicas – RDC, de que trata a Lei nº 12.462, de 5 de agosto de 2011. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2013/Decreto/D8080.htm. Acesso em: 11 jan. 2017.

BRASIL. Decreto n.º 8.251, de 23 de maio de 2014. Altera o Decreto nº 7.581, de 11 de outubro de 2011, que regulamenta o Regime Diferenciado de Contratações Públicas – RDC, de que trata a Lei nº 12.462, de 5 de agosto de 2011. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2014/Decreto/D8251.htm. Acesso em: 11 jan. 2017.

BRASIL. Projeto de Lei nº 6.814, de 03 de fevereiro de 2017. Institui normas para licitações e contratos da Administração Pública e revoga a Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993, a Lei nº 10.520, de 17 de julho de 2002, e dispositivos da Lei nº 12.462, de 4 de agosto de 2011. Câmara dos Deputados, Brasília, DF, 09 de fev. de 2017. Disponível: http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/prop_mostrarintegra?codteor=1523083&filename=PL+6814/2017. Acesso em: 10 de jun. 2017.

BRESSER-PEREIRA, Luiz Carlos. Gestão do setor público: estratégia e estrutura para um novo Estado. In: BRESSER-PEREIRA, Luiz Carlos; SPINK, Peter Kevin. Reforma do Estado e administração pública gerencial. Rio de Janeiro: Editora Fundação Getulio Vargas, 1998.

CHAUÍ, Marilena. A universidade pública sob nova perspectiva. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, n. 24, set./dez. 2003. Disponível em:

http://www.scielo.br/pdf/rbedu/n24/n24a02.pdf. Acesso em: 14 fev. 2017.

DENHARDT, Robert. Teorias da administração pública. São Paulo: Cengage Learning, 2012.

FELICIANO, Adriana. A importância da implementação de licitações sustentáveis como medida de política pública na busca do desenvolvimento nacional sustentável. Revista de Discentes de Ciências Políticas da UFSCAR. São Carlos, v. 3, n.1, 2015.

FISCHER, Tânia. Administração pública como área de conhecimento e ensino: a trajetória brasileira. Revista de Administração Pública, v. 14, n. 4, p. 278-288, out./dez.1984.

GASPARINI, Diógenes. Direito administrativo. 17 ed. São Paulo: Saraiva, 2012.

HOCHMAN, Gilberto; ARRETCHE, Marta; MARQUES, Eduardo. (Orgs.). Políticas públicas no Brasil. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz, 2014.

INSTITUTO NEGÓCIOS PÚBLICOS. Compras públicas: estudos, conceitos e infográficos. Curitiba: Editora Negócios Públicos, 2015.

JUNIOR, Jessé Torres Pereira; DOTTI, Marinês Restelatto. Políticas Públicas nas Licitações e Contratações Administrativas. Belo Horizonte: Fórum, 2009.

LOWI, Theodore. Políticas públicas, estúdios de caso y teoría política. In: LOWI, Theodore. et al. La hechura de las políticas. México: Miguel Ángel Porruá (Colección Antologias de Política Pública, 2). 3. ed. 2000.

MATIAS-PEREIRA, José. Curso de administração pública: foco nas instituições e ações governamentais. 3 ed. rev. e atual. São Paulo: Atlas, 2010.

MATOS, Ruy de Alencar. Para que modernizar a organização pública? Revista de Administração Pública, v. 22, n. 3, p. 22-26, jul./set. 1988.

MEDAUAR. Odete. Direito administrativo moderno. 17. ed. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 2013.

MELLO, Celso Antônio Bandeira de. Curso de direito administrativo. 17. ed. São Paulo: Malheiros, 2004.

NETO, José Antônio Pessoa; CORREIA, Marcelo Bruto da Costa. RDC Comentários ao Regime Diferenciado de Contratações Lei 12.462/11 – Uma perspectiva gerencial. 1ª ed. Curitiba: Negócios Públicos do Brasil, 2015.

OLIVEIRA, Rafael Carvalho Rezende. Licitações e contratos administrativos: teoria e prática. 2. ed. São Paulo: Editora Método, 2013.

PERSSON, Erik; PORTO, Ricardo da Silveira; LAVOR, Alfredo Kleper Chaves. O RDC como nova aposta da administração pública gerencial em licitações: o caso da Universidade Federal de Santa Catarina. Revista do Serviço Público. Brasilía, v. 67, (1), jan/mar. 2016.

PORTO, Ricardo da Silveira. O Regime Diferenciado de Contratações Públicas: um olhar dos gestores. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2017.

RIBEIRO, Maria Edilene da Silva. A Gestão Universitária: Um estudo na UFPA , de 2001 a 2011. 2013. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciência da Educação, Belém: UFPA, 2013.

SARAVIA, Enrique; FERRAREZI, Elisabete. Políticas Públicas: coletânea. Brasília: ENAP, 2006, v.2.

SECCHI, Leonardo. Políticas públicas: conceitos, esquemas de análise, casos práticos. São Paulo: Cengage Learning, 2010.

SCHMIDT, Mara Leite. Gestão universitária: uma relação pedagógica-administrativa. Olhar de Professor, Ponta Grossa, v. 5, n.1, 2002.

SOARES, Edvaldo. Metodologia Científica: lógica, epistemologia e

normas. São Paulo: Atlas, 2003.

TRIVIÑOS, Augusto Nivaldo Silva. Introdução a Pesquisa em Ciências Sociais: a pesquisa qualitativa em Educação. São Paulo: Atlas, 1987.

UFSC. UFSC adota novo regime de contratações e realiza oito licitações em setembro. 2013. Disponível em: http://noticias.ufsc.br/2013/08/ufsc-adota-novo-regime-de-contratacoes-e-realiza-oito-licitacoes-em-setembro/. Acesso em 11 jan. 2017.

UFSC. Movimentação Processual do DPL. 2017. Disponível em: http://licitacoes.ufsc.br/?page_id=375 Acesso em: 07 de jan. de 2017.

VERGARA, Sylvia Constant. Projetos e Relatórios de Pesquisa em Administração. 8. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

YIN, Robert K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2001.

ZYMLER, Benjamin; DIOS, Laureano Canabarro. Regime Diferenciado de Contratação – RDC. Belo Horizonte: Fórum, 2013.

Publicado
2019-07-03