Consumo de moda como representação cultural

estudo de caso da marca Modus Cariri

  • Antonio Messias Valdevino Mestrando do Programa de Pos-Graduação em Administração Universidade Federal da Paraíba
  • José Lucas Silva Siqueira Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Administração da Universidade Federal da Paraíba
  • Thiago Assunção de Moraes Doutorado do Programa de Pós-Graduação em Administração da Universidade Federal da Paraíba.
  • Lívia Nogueira Pellizzoni Docente do Centro Universitário UNIPÊ
  • Nelsio Rodrigues de Abreu Docente do Programa de Pós-Graduação em Administração da Universidade Federal da Paraíba
  • Renata Francisco Baldanza Docente do Programa de Pós-Graduação da Universidade Federal da Paraíba

Resumo

Este trabalho busca compreender como os clientes e os idealizadores da marca Modus Cariri percebem os significados culturais da marca. São significados que a marca apresenta em suas estampas com imagens que demonstram aspectos culturais da região do Cariri. Desta forma, discutem-se aspectos que se relacionam com cultura, consumo e a criação de significados por meio da moda. Trata-se de uma pesquisa de abordagem qualitativa, utilizando-se um estudo de caso, em que foi entrevistada a idealizadora da marca e os seus clientes. Estes evidenciam o entendimento da significação cultural que está inserida nas estampas das camisetas e, a partir da fala dos clientes, ficou entendido que fatores os motivadores à compra de produtos culturais são ligados à significação cultural e à aspectos utilitários como qualidade, preço e durabilidade do produto.

Biografia do Autor

Antonio Messias Valdevino, Mestrando do Programa de Pos-Graduação em Administração Universidade Federal da Paraíba
Formado em Administração pela UFCAMestrando em Administração na UFPB
José Lucas Silva Siqueira, Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Administração da Universidade Federal da Paraíba
Formado em Administração pela UFCAMestrando em Administração na UFPB
Thiago Assunção de Moraes, Doutorado do Programa de Pós-Graduação em Administração da Universidade Federal da Paraíba.
Mestre em Administração e doutorando em Administração pela Universidade Federal da Paraíba.
Lívia Nogueira Pellizzoni, Docente do Centro Universitário UNIPÊ
Professora do Centro Universitário UNIPEMestranda do curso de Administração pela UFPB
Nelsio Rodrigues de Abreu, Docente do Programa de Pós-Graduação em Administração da Universidade Federal da Paraíba
Professor Associado I da UFPBDoutor em Administração pela Universidade de Lavras
Renata Francisco Baldanza, Docente do Programa de Pós-Graduação da Universidade Federal da Paraíba
Professora Adjunta I - UFPBDoutora em Comunicação e cultura contemporânea pela UFBA

Referências

ASHLEY, C.; TUTEN, T. Creative strategies in social media marketing: An exploratory study of branded social content and consumer engagement. Psychology & Marketing, v. 32, n. 1, p. 15-27, 2015.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições. 70, 1977.

BARBOSA, L. Sociedade de consumo. Zahar, 2004.

BARBOSA, L.; CAMPBELL, C. O estudo do consumo nas ciências sociais contemporâneas. In: BARBOSA, L.; CAMPBELL, C. Cultura, consumo e identidade. FGV Editora, 2006.

BHATTACHARJEE, A.; BERGER, J.; MENON, G. When identity marketing backfires: Consumer agency in identity expression. Journal of Consumer Research, v. 41, n. 2, p. 294-309, 2014.

BATAT, Wided; FROCHOT, Isabelle. Towards an experiential approach in tourism studies. The Routledge handbook of tourism marketing, p. 109-123, 2014.

BAUDRILLARD, J. A sociedade de consumo. Edições 70: Lisboa, 1995.

BELK, R. W. Possessions and extended self. Journal of Consumer Research, v. 15, n. 2, p. 139-168, september 1988.

BLUMER, H. Fashion: from class differentiation to collective selection. Sociological

Quartely, Vol. 10, Summer, 1969.

BOURDIEU, P. Gostos de classe e estilos de vida. In: ORTIZ, Renato (org). Pierre Bourdieu: Sociologia. São Paulo: Ática, 1983. pag. 82-121

CAMPBELL, C. A ética romântica e o espírito do consumismo moderno. Rio de Janeiro: Rocco, 2001.

CAMPO, A. L. Diccionario básico de antropología. Editorial Abya Yala, 2008.

CACHON, G. P.; SWINNEY, R. The value of fast fashion: Quick response, enhanced design, and strategic consumer behavior. Management Science, v. 57, n. 4, p. 778-795, 2011.

COSTA, R. A da. No Tempo dos Candeeiros. Nordeste Notícias, 2011. Disponível em: <http://www.nenoticias.com.br/64818_no-tempo-dos-candeeiros-%E2%80%93-por-rangel-alves.html>Acesso em 27 de julho de 2017.

DALMORO, M.; NIQUE, W. M. Fluxos e Contra-fluxos: a Relação Global e Local Mediada pelo Mercado na Cultura Gaúcha. Organizações & Sociedade, v. 23, n. 77, 2016.

DOUGLAS, M.; ISHERWOOD. B. O mundo dos bens: uma antropologia do consumo. Rio de Janeiro: Ed. UFRJ, 2004.

ELLMEIER, A. Cultural entrepreneurialism: on the changing relationship between the arts, culture and employment1. The International Journal ff Cultural Policy, v. 9, n. 1, p. 3-16, 2003.

ENGLIS, B. G.; SOLOMON, M. R.; ASHMORE, R. D. Beauty before the eyes of beholders: the cultural encoding of beauty types in magazine advertising and music televion. Journal of Advertising. Vol. XXIII, June, 1994.

FUNDAÇÃO Casa Grande. FCG-MHK, 2017. Disponível em: <http://www.fundacaocasagrande.org.br/principal.php> Acesso em 24 de Dezembro de 2017.

GARCIA, S. R. The sense of changes: Creative economy and social implications in Porto Alegre, Brazil. Ciências Sociais Unisinos, v. 53, n. 1, p. 15, 2017.

GORDEN, W. I.; INFANTE, D. A; BRAUN, A. A. Communicator style and fashion innovativeness. In: The Psychology of Fashion. Ed. Michael R. Solomon, USA: Lexington Books, 1985.

HISTÓRIA. Modus Cariri. Página no Facebook, 2014. Disponível em: <https://www.facebook.com/pg/moduscariri/about/?ref=page_internal> Acesso em 24 de julho de 2017.

HAWKINS, J. The creative economy: How people make money from ideas. Penguin UK, 2002.

HOLBROOK, M. B. HIRSCHMAN, E. C. The experiential aspects of consumption: consumer fantasies, feelings and fun. Journal of Consumer Research, v. 9, n. 2, 1982.

KARTIK, D.; WILLIS, R.; JONES, C. Consumer identity and marketing implications: Indian urban youth. International Journal of Consumer Studies, v. 40, n. 4, p. 435-443, 2016.

KHUONG, M. N.; TRAM, V. N. B. The Effects of Emotional Marketing on Consumer Product Perception, Brand Awareness and Purchase Decision (A Study in Ho Chi Minh City, Vietnam). Journal of Economics, Business and Management, v. 3, n. 5, p. 524-530, 2015.

LAVER, J. Costume & fashion – Revised, expanded and updated edition, 2° ed. New York: Thames and Hudson, 1995.

LOFLAND, J.; LOFLAND, L. Analyzing social settings: a guide to qualitative observation and analysis. Belmont: Wadsworth, 1995.

MCCRACKEN, G. Cultura & consumo: novas abordagens ao caráter simbólico dos bens e das atividades de consumo. Rio de Janeiro: Mauad Editora Ltda, 2003.

MCCRACKEN, G. Cultura e consumo: uma explicação teórica da estrutura e do movimento do significado cultural dos bens de consumo. Revista de Administração de Empresas - RAE-CLÁSSICOS, São Paulo, v. 47, n. 1, p. 99-115, Mar. 2007.

NETO, L. Padre Cícero: poder, fé e guerra no sertão. Editora Companhia das Letras, 2009.

PHILIPPE, P. Cangaço Cult. Cariri Revista, 2016. Disponível em: <http://caririrevista.com.br/cangaco-cult/> Acesso em 25 de julho de 2017.

PONTE, L. F.; MATTOSO, C. Q. Capital cultural e o consumo de produtos culturais: as estratégias de consumo de status entre mulheres da nova classe média. REMark, v. 13, n. 6, p. 18, 2014.

PONTE, L., MATTOSO, C., DA CRUZ, M. N., TROCCOLI, I. R., PEIXOTO, A. Capital cultural e o consumo de produtos culturais como estratégia de consumo de status: breve revisão teórica. Revista Acadêmica São Marcos, v. 4, n. 1, p. 111-128, 2014.

PRATT, M. From the editors. The lack of a boilerplate: tips on writing up (and rewriting)

qualitative research. Academy of Management Journal, v. 52, p. 856-862, 2009.

SILVA, Á. L. L. da. Consumo de produtos culturais em São Paulo: análise dos fatores antecedentes e proposta de modelo. 2008. Tese (Doutorado em Administração) - Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008.

SOUSA, S. S. Plano de negócios para a criação de uma marca de roupas na região do Cariri: Modus Cariri. Monografia. Curso de Administração, UFCA, 2015.

TASCHNER, G. Cultura, consumo e cidadania. Bauru, EDUSC. 2009.

TORELLI, C. J.; AHLUWALIA, R.; CHENG, S. Y.; OLSON, N. J.; STONER, J. L. Redefining home: how cultural distinctiveness affects the malleability of in-group boundaries and brand preferences. Journal of Consumer Research, v. 44, n. 1, p. 44-61, 2017.

VENKATESH, A.; KHANWALKAR, S.; LAWRENCE, L.; CHEN, S. Ethnoconsumerism and cultural branding: designing “Nano” car. Qualitative Market Research: An International Journal, v. 16, n. 1, p. 108-119, 2013.

Publicado
2021-12-29