Percepção dos estudantes em relação à sala de aula invertida

um estudo nas disciplinas do curso de administração

  • Mirela Jeffman dos Santos Universidade de Santa Cruz do Sul

Resumo

O presente estudo teve por objetivo analisar a percepção dos estudantes do ensino superior em relação ao seu processo de aprendizagem e aos procedimentos pedagógicos adotados em uma proposta de sala de aula invertida. A motivação para esse estudo surgiu a partir da necessidade de repensar o formato tradicional da aula, que prioriza a exposição de conteúdos, especialmente na era digital. A sala de aula invertida propõe que as atividades anteriormente desenvolvidas em casa sejam realizadas em aula e vice versa, isto é, o estudante se apropria do conteúdo em casa e comparece à aula para debater, experienciar e esclarecer dúvidas sobre o conteúdo. Esse estudo foi conduzido por meio de uma abordagem quantitativa com 142 estudantes de disciplinas do curso de administração em uma universidade do sul do país, que foram expostos a procedimentos de sala de aula invertida em, pelo menos, um momento do semestre letivo. Os resultados revelaram a percepção favorável dos estudantes em relação ao seu aprendizado, aos materiais utilizados, às tarefas propostas e aos professores; demonstrando que o seu aprendizado nessas disciplinas foi significativo, que a realização de atividades práticas contribuiu para o seu conhecimento e que o papel do professor foi fundamental nesse processo.
Publicado
2020-12-16