Equilíbrio da vida profissional e familiar dos professores do ensino superior

Resumo

O objetivo deste estudo é avaliar o equilíbrio entre a vida profissional e familiar dos professores de instituições de ensino superior identificando os principais conflitos trabalho-família. Para tanto, foi realizada uma revisão sistemática de literatura utilizando o Methodi Ordinatio. Os resultados indicam que os conflitos no trabalho que impactam na família aparecem com maior incidência do que os conflitos na família que impactam no trabalho. O tema desigualdade de gênero aparece com maior destaque nos artigos analisados. A falta de apoio da família e o tempo dedicado à maternidade aparecem como conflitos familiares de professoras no ensino superior; no âmbito profissional aparece a discriminação pela necessidade de provar igualdade de gênero perante colegas de trabalho.

Biografia do Autor

Luciane Silva Franco, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)
Mestrado na Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) Graduação em Administração na Universidade Estadual do Paraná
Claudia Tania Picinin, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)
Doutora em Administração pela Universidade Positivo. Professora do Departamento de Engenharia de Produção e do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção da UTFPR - Câmpus Ponta Grossa.
Luiz Alberto Pilatti, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)
Professor Titular pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). Doutor em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Mestre em Educação pela Universidade Metodista de Piracicaba (UNIMEP)
Antonio Carlos Franco, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)
Mestrado em Engenharia de Produção (UTFPR) Engenheiro Mecãnico pela Universidade Positivo (UP)
Publicado
2021-07-26